Tipos de bastidores para bordar

▸3 de outubro de 2016



Bem que eu gostaria de falar sobre os bastidores de Hollywood, mas mantenha o foco, meu amor: vamos falar sobre os vários tipos de bastidores para bordar à mão, seus prós e também os contras. Sim, eu mesma que bordo há alguns anos ainda não conheço tudo a respeito desse assunto e não faz muito tempo acabei por descobrir novos tipos de bastidores vendidos no mercado. O artesanato é uma caixinha sem fundo de surpresas. Pois bem, vou explorar o que conheço e os amores e sofrimentos que passo no dia a dia trabalhando na loja. Se por um acaso você sabe de um bastidor que não foi mencionado, é só deixar nos comentários!



1. Bastidores de madeira Tipo A
Esses são os mais usados, inclusive por mim, mais fáceis de encontrar e não tem regulador. Uma vez o bordado pronto, tem um acabamento bonito para decoração de paredes, ou mesmo pendurados no teto. Você pode costurar uma fitinha na parte de trás, caso queira pendurá-lo, ou usar a madeira como apoio (o prego encaixa perfeitamente). Um problema: você precisa usar um martelo para fechá-lo com o tecido, ou lixá-lo um pouco. Eu uso uma lixa fina para conseguir encaixar o tecido entre os dois elos porque ele é muito justo. Desista, você não vai conseguir sem uma dessas duas técnicas! Isso acaba tomando um pouco do meu tempo na hora de finalizar um trabalho mas, como eu disse, o acabamento do bastidor Tipo A fica muito bonito na decoração.



2. Bastidores de madeira Tipo AT
Um pouco mais difícil de encontrar (mas a 25 de Março está sempre disposta a nos ajudar), esse bastidor tem um regulador com um parafuso. Não existe o problema de encaixe. Você pode afrouxar e apertar o quanto for necessário, dependendo da grossura do tecido. O acabamento para decorações não é tão bonito por causa do parafuso alongado, por outro lado, você não precisa costurar fitas nem nada. O preço é um pouco mais salgado e conforme fui usando percebi que o meu afrouxou um pouco – não importa o quão apertado fique o regulador, o tecido escapa. Eu uso bastante, todos os dias, então não sei se é uma questão de durabilidade, ou qualidade da marca que comprei.



3. Bastidores de madeira Tipo ATM
Com largura maior do que os bastidores anteriores (2 cm), também tem regulador, mas horrível de se usar! O parafuso fica por dentro da madeira, o que dificulta na hora de girá-lo. Não é usado de forma alguma para decoração, apenas para bordar mesmo, pois não tem uma cara convidativa (na minha humilde opinião). É mais caro e, sinceramente, nunca encontrei motivos para comprar um – a não ser que você tenha um bastidor de colo, dizem que é mais fácil usá-lo com um ATM, mas não posso comprovar.



4. Bastidores de plástico
Esses sim, são os queridos do momento para a maioria das bordadeiras! Fáceis de usar, não precisam de reguladores e vem com uma argola para pendurar. Não danificam o tecido (apesar de meus tecidos nunca terem sido danificados com bastidores de madeira) e tem várias cores. São próprios para ponto-cruz, mas o povo do bordado livre também usa porque somos ousados. Eu conheço duas marcas: a DMC, estrangeira que produz bastidores lindos, inclusive que imitam madeira, mas são um pouco caros e nem todos os armarinhos vendem no Brasil; e a marca Atelier Vera que vende uns bacaninhas. Também existem os bastidores de plástico com reguladores e um que vem com uma mola de aço – a parte de dentro é de plástico e a parte de fora é uma argola de aço que você encaixa com o tecido. Os bastidores da DMC são lindíssimos para decoração!



5. Bastidores de inox
São mais largos (3 cm) que os bastidores de outros materiais e próprios para feltro, mas servem legal em outros tecidos também. São leves, mas não sei quanto à durabilidade dependendo do quanto você usará. Nunca usei um bastidor de inox, então, se você aí já teve essa experiência deixe aqui nos comentários para todo mundo saber como é e se vale a pena!

Viu só quantos tipos de bastidor? Vai de você usar e escolher com qual se dá melhor. Acredito que cada tipo tem uma função mais adequada para cada trabalho e, é claro, para cada bordadeira. Algumas pessoas “encapam” os bastidores de madeira com retalhos para proteger o tecido, mas no caso do bastidor Tipo A isso atrapalha ainda mais na hora do encaixe (ou você martela feito uma doida, ou lixa bem mais para conseguir). Eu recomendo que você use bastidores de plástico; aqueles sem regulador também alargam com o tempo se você usar demais, mas mesmo assim são melhores do que os de madeira com regulador. Mas se você quer saber, meus tecidos nunca foram rasgados por nenhum tipo de bastidor.

Bastidor é um bichinho caro, mas necessário. Conheço pessoas que preferem bordar sem ele e outras que preferem morrer quando não encontram um para ajudar. Eu sou uma dessas. Já tentei bordar com o tecido livre e o resultado ficou uma tristeza. Enfim, desde que reuni o maior número de tipos diferentes de bastidores faço minhas compras muito mais consciente das opções disponíveis e do que preciso/quero para cada tipo de trabalho. Bom bordado para você!

2 comentários:

Susete Evaristo disse...

há anos que quero comprar um bastidor de pástico com mola sem parafuso mas não sei onde há pode indicar-me onde comprar ?
Obrigada

Trauti Lang disse...

Oi, Susete! Tem no Bazar Horizonte: http://www.bazarhorizonte.com.br/bastidor-com-mola-we-care-about-nr-17/p

Postar um comentário